segunda-feira, 9 de junho de 2014

Inauguração do Centro de Treinamento da Fifa deixa Foz do Iguaçu pronta para receber seleção da Coreia do Sul

  
Foto: Nilton Rolin/Itaipu Binacional.
Espaço será a casa da seleção da Coreia do Sul durante o Mundial. Jogadores e comissão técnica chegam na quarta-feira, quando farão um treino aberto

Na véspera de seu centenário, Foz do Iguaçu abriu as portas do Centro de Treinamento de Seleções (CTS) – Fifa Brasil 2014 nesta segunda-feira (9), no Flamengo Esporte Clube, para a inauguração do espaço.
A solenidade reuniu autoridades e selou uma conquista histórica para a cidade – escolhida como casa da seleção da Coreia do Sul durante o Mundial. A construção do CTS teve o apoio da Itaipu Binacional e do Fundo Iguaçu.
Quando desembarcarem no Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu, às 11h desta quarta-feira (11), o elenco sul-coreano terá à disposição uma estrutura de treinamento “padrão Fifa”. Com a reforma, o estádio Pedro Basso, do “Flamenguinho”, ganhou o mesmo tipo de gramado usado no Maracanã e demais estádios da Copa.
É neste gramado e no suporte de uma academia moderna, a “Espaço Movement”, que a Coreia do Sul fará seus treinos. O primeiro deles será na própria quarta-feira, às 17h, e será aberto ao público. O acesso será restrito a 800 pessoas, capacidade fixada pela Fifa e Corpo de Bombeiros.
“O coração de iguaçuense pulsa muito forte nessa hora ao celebrarmos 100 anos de Foz com esta conquista. Foi uma colaboração de todos os poderes e da iniciativa privada para atingirmos esse objetivo”, disse o diretor-geral brasileiro de Itaipu, Jorge Samek, na cerimônia.
Também participaram da solenidade o presidente do Flamengo Esporte Clube, Sérgio Beltrame; o prefeito de Foz do Iguaçu, Reni Pereira; o presidente do Fundo Iguaçu e superintendente de Comunicação Social de Itaipu, Gilmar Piolla; o comandante da 15ª Brigada de Infantaria Mecanizada de Cascavel, general Altair Polsin, além de deputados, vereadores e ex-prefeitos Térsio Albuquerque, Perci Lima e Wádis Benvenutti.
A execução das melhorias foi possível graças a uma parceria entre Fundo Iguaçu, Itaipu, Flamengo Esporte Clube, Plano de Saúde Itamed, Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu, Movement, Cataratas do Iguaçu S/A, Macuco Safari e Chocolate Caseiro.
“Este é o resultado de uma somatória de forças do poder público e da iniciativa privada para viabilizar um empreendimento que deixa legado à cidade, ao esporte e ao turismo, com a perspectiva de receber grandes clubes em pré-temporada”, afirmou Gilmar Piolla.
Segundo o presidente do Flamengo Esporte Clube, Sérgio Beltrame, outros times europeus já demonstraram interesse em usar o CTS em suas pré-temporadas, por meio da parceria com o Bourbon. “Fica um legado para o Flamengo, como estrutura, mas principalmente para a cidade de Foz, que tem condições de oferecer este Centro de Treinamento para treino de outros clubes”, afirmou.

Reforma

O novo campo foi construído seguindo rigorosas exigências da Fifa, com sistema de drenagem e irrigação computadorizados. Foram feitos ainda novos vestiários para jogadores e comissão técnica, sala de fisioterapia, recuperadas arquibancadas, construídas de novas em calçadas em paver e piso drenante e instalada uma academia com equipamentos última geração, cedidos pela Movement.
As melhorias fora do gramado também foram evidentes. O ginásio de esportes foi totalmente reformulado e transformado em um centro de mídia (media center). O local deve receber cerca de 200 jornalistas, metade deles sul-coreanos.
O Destino Iguaçu deve ganhar projeção com a vinda dos jornalistas. “Temos perspectiva de retorno extraordinário com mídia espontânea, de no mínimo cem vezes o valor investido”, disse Gilmar Piolla. Até o fim da Copa, também devem passar pelo Destino Iguaçu 100 mil visitantes.
Do media center deve ser gerado conteúdo para mais de 50 milhões de espectadores na Coreia do Sul e de muitos outros países, incluindo o Brasil. O espaço será inaugurado no dia 13. Após a Copa, ele deve servir às escolinhas de futsal do Flamenguinho.
“Corremos contra o tempo e a burocracia e graças ao dinamismo da equipe envolvida temos hoje o Centro de Treinamento”, disse o prefeito Reni Pereira. “Agradeço àqueles que tiveram papel importante nesta conquista, uma prova de que, quando a vaidade é deixada de lado e todos somam no mesmo sentido, as coisas acontecem”, completou.

Torcida de casa

O Centro de Treinamento fica a 11,4 km do aeroporto e a 1,5 km do Hotel Bourbon Cataratas, onde a seleção sul-coreana ficará hospedada. A proximidade é uma das facilidades que levaram à escolha. Outra é a acolhida dos conterrâneos: são cerca de mil sul-coreanos e descendentes vivendo na região.
 Se o desempenho da Coreia do Sul for semelhante ao da última Copa, os asiáticos devem ficar em Foz até as oitavas-de-final. Em 2012, eles ganharam bronze nos Jogos Olímpicos. Seis jogadores que virão ao Brasil participaram desta última conquista.

A Coreia do Sul está no Grupo H, com as seleções da Bélgica, Argélia e Rússia. A seleção sul-coreana estreia na Copa do Mundo no dia 17 de junho, às 18 horas, contra a Rússia, em Cuiabá. Depois, joga no dia 22 contra a Argélia, em Porto Alegre. Encerrará a primeira fase contra a Bélgica, no dia 26, em São Paulo.
Postar um comentário